quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Eu ainda acompanho o meu namorado à porta,



ainda me despeço dele, e prolongo a despedida até não puder mais. Ainda o faço voltar umas quantas vezes para trás para mais um beijinho, mais um abraço... antes de ir definitivamente. Ainda fico a vê-lo entrar no carro, ainda lhe sorrio, ainda fico a vê-lo afastar-se enquanto sopramos beijinhos.
E ainda volto para dentro com um sorriso enorme na cara, pelo dia bom, e o coração demasiado apertado, até ele me mandar o tal "Amor, já cheguei".

Resumindo,
benditas sms.

15 comentários:

  1. Eu fui, sou e serei assim. Mais que não seja, porque sou um romântico incurável!!!!

    Kiss kiss

    ResponderEliminar
  2. Pelos visto MRpereira, nesta caixinha somos todos hehe :p

    Vera, por acaso acho que era das coisas que mais ia ter saudades.

    ResponderEliminar
  3. Eu vou continuar a fazer isso, é que sabe mesmo bem. Só o sorriso com que chego a casa mostra tudo *.*

    ResponderEliminar
  4. E deves fazê-lo sempre! Não percas nunca esse romantismo. As rotinas da vida dão cabo das relações. O trabalho, a ambição de chegar longe, o tomar conta da casa, as contas por pagar, os filhos...muitas vezes apagam essa chama e só nos lembramos dela quando quando já não a podemos voltar a acender.
    Beijocas grandes

    ResponderEliminar
  5. Obrigada :)

    É mesmo bom estarmos tão felizes, tão apaixonadas *.*

    ResponderEliminar
  6. Eu também sou assim. E acabo sempre por ouvir um "és tão chata" :)
    *

    ResponderEliminar
  7. Nuvem, eu é constantemente: "Sim amor, sim, eu tenho cuidado. Sim, prometo!" :b

    ResponderEliminar
  8. Era assim... e conversa não faltava na hora da despedida! lol

    ResponderEliminar
  9. eu também faço isso. e a mensagem da praxe também tenho que receber (e enviar, quando é ao contrário). o amor é lindo não é?

    ResponderEliminar
  10. :D isso é tão bom, nós também fazemos isso, às vezes gozam (no bom sentido) connosco... mas eu gosto, é tão bom...

    ResponderEliminar
  11. Que queridos! Há quanto tempo namoram? Eu não sou assim tão curioso, mas fiquei com um pensamento dual. É que a mim esta descrição parece-me ilustrar os momentos de um casalinho recém-formado, mas na tua carteira tinhas um porta-chaves oferecido pelo teu namorado no 6º ano e neste momento és universitária, certo? Percebi tudo bem?

    ResponderEliminar

Troco gomas por comentários.